Nome do projeto:
Ilhas Verdes - Fase 1 e 2

Duração do projeto:
2011 à 2016

Patrocinador:
Programa Petrobras Ambiental

Área de abrangência:
Bacia Hidrográfica do Rio Formoso
Principais parceiros:
Sindicato Rural de Bonito, RPPN Cabeceira do Prata, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, ICMBio, AGRAER e Rádio Bonito FM

Projeto Ilhas Verdes: Cuidando das matas e das águas da Serra da Bodoquena por meio da Educação Ambiental e Recuperação Florestal.

Em sua primeira fase, o Projeto Ilhas Verdes concorreu com mais de 900 projetos nacionais, sendo um dos 44 selecionados para receber apoio entre os anos de 2011 e 2012. Devido ao sucesso da primeira fase, somado ao mérito dos resultados e importância da região beneficiada, o Projeto Ilhas Verdes foi renovado pela empresa por mais dois anos: 2014 e 2015, permitindo assim que o IASB possa expandir suas ações para todos os cursos d’água do município de Bonito/MS.

O Projeto Ilhas Verdes busca promover a conservação da natureza apoiando produtores rurais com a recuperação florestal de áreas localizadas em matas ciliares, reservas legais e unidades de conservação. O apoio se dá por meio da doação de mudas nativas e orientação técnica para o plantio.

Além disso, o projeto realiza dias de campo, oficinas, feiras, seminários, cursos e intercâmbios visando contribuir com a troca de experiências não só entre os produtores, mas também entre estudantes e técnicos.
Seleção de áreas rurais, coleta de sementes, promoção de voluntariado, confecção de materiais educativos e informativos, bem como concursos que estimulem a criatividade de adultos e crianças também são metas do Projeto Ilhas Verdes ao longo de 24 meses

Nosso principal objetivo com este projeto é a conservação dos recursos hídricos. Mas é importante destacar que, quando falamos da conservação dos recursos hídricos há uma associação com a conservação do solo, pois existe uma relação direta entre entes recursos, ou seja: Qualquer ação que fizermos ao solo resultará (mais cedo ou mais tarde) em efeito (positivo ou negativo) na quantidade e qualidade da água.

Portanto, quando falamos na conservação dos recursos hídricos, temos que, necessariamente, falar da conservação do solo. Quando um solo está desgastado, além de necessitar de maiores cuidados e mais gastos com insumo, trazendo prejuízos ao produtor, ele provoca sérios danos aos recursos hídricos. E um dos fatores que contribui para isso é a falta de vegetação.

A combinação do solo desprotegido com grandes volumes de chuva permite que suas partículas (sedimentos) sejam arrastadas para dentro de rios, córregos e lagoas desencadeando assim os processos de erosão do solo e assoreamento dos corpos hídricos.

Estes dois processos juntos podem levar à depreciação das propriedades rurais (redução do preço das terras), contribuir com a redução da fertilidade dos solos, com a perda da qualidade das água, ocorrência de enchentes e morte de organismos aquáticos.

Portanto, a reposição da vegetação de solos, principalmente os localizados à beira de rios geram serviços ambientais benéficos ao homem e ao meio ambiente, como a filtragem das águas da chuva que correm pelo solo, o amortecimento de enchentes, a prevenção de erosão e do assoreamento, a manutenção da pesca, a conservação da biodiversidade, entre outros.

Uma das soluções para evitar tais impactos ambientais é a restauração florestal voluntária pelos proprietários de terra. Mas, para que isso aconteça, estes proprietários precisam de apoio técnico e de mudas de árvores nativas para a realização do trabalho.

Objetivo
Projeto Ilhas Verdes – Fase II, com o objetivo de contribuir para a restauração de 300.000 m2 de Mata Atlântica e Cerrado da bacia do rio Formoso.

O que o Projeto Ilhas Verdes pode oferecer para auxiliar os produtores rurais?
O Projeto Ilhas Verdes - Fase II promoverá palestras, oficinas, cursos, dias de campo e intercâmbios com base nas necessidades do produtor. Para isso, vocês serão questionados sobre temas de interesse. A ideia é criar um ambiente para troca de experiências e oferta de informações que contribuam com o dia a dia das propriedades rurais.

O que mais o Projeto Ilhas Verdes pode oferecer?
O IASB oferece ainda apoio técnico para recomposição das matas ciliares por meio da doação de mudas nativas, orientação e acompanhamento durante todas as etapas do plantio, bem como auxiliar os produtores com o empréstimo de equipamentos e insumos visando facilitar o processo.

Benefícios
Os proprietários rurais que cederem suas áreas para a implementação das ações de restauro florestal contam com uma série de benefícios, tais como:
•Apoio técnico;
•Uso de equipamentos que facilitam o plantio;
•Mudas e sementes de árvores nativas;
•Adequação da propriedade rural;
•Melhoria da qualidade de água;
•Formação de corredores ecológicos;
•Valoração da terra;
•Conservação de solo e, por fim,
•Os serviços ambientais que a restauração ecológica pode proporcionar.

Quem pode participar?
Proprietários de terra do município de Bonito/MS
O Projeto poderá abrir exceções para proprietários de terras de outros municípios pertencentes à Serra da Bodoquena.

Critérios para participação no projeto - restauro florestal
Os proprietários devem estar dispostos a plantar voluntariamente, no mínimo, 100 mudas em uma área sem matas de sua propriedade. Para isso, os proprietários deverão: - isolar a área para plantio caso haja necessidade (por exemplo: presença de gado); - preparar a área (roçada, coroamento e preparo do solo) e plantar as mudas; - realizar a manutenção da área plantada pelo menos por dois anos, coroando as mudas, controlando o capim e as formigas cortadeiras.

Como participar do projeto?
Os produtores rurais devem procurar o IASB para preencher um cadastro de interesse. Posteriormente os técnicos da instituição farão uma visita para avaliação da área, levantando dados como estado de degradação, tipo de solo, quantidade de mudas a plantar, metodologia de plantio a ser adotada, dentre outras informações. A necessidade de cercamento, data de início dos plantios, dentre outras dúvidas serão acertadas em comum acordo com o produtor, sendo tudo pactuado em um termo assinado entre as partes.

 

IASB - Instituto das Águas da Serra da Bodoquena.
IASB - Instituto das Águas da Serra da Bodoquena.
Av. Matheus Muller, Km 01 – Zona Rural
CEP: 79290-000 - Bonito / MS
Telefone: (67) 3255-1920
E-mail: iasb@iasb.org.br
Todos os direitos reservados © 2022 - IASB - Instituto das Águas da Serra da Bodoquena.